Déficit ocorre em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Dívida bruta cresce e alcança 81,9% do PIB.

As contas do setor público consolidado, que englobam o governo federal, estados, municípios e empresas estatais, registraram um déficit primário de R$ 131,4 bilhões em maio, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira (30) pelo Banco Central (BC). O déficit significa que as despesas do setor público superaram as receitas com impostos e contribuições.

Esse valor não contabiliza as despesas com juros da dívida pública O mês de abril já havia apresentado resultado negativo nas contas públicas - um rombo de R$ 94,3 bilhões - refletindo os efeitos da pandemia do novo coronavírus, o que se intensificou em maio, com queda na arrecadação e aumento dos gastos.