Em território sul-mato-grossense, os agentes cumprem ainda 14 determinações judiciais de busca e apreensão


Dois mandados de busca e apreensão são cumpridos em Dourados na manhã desta sexta-feira (11/9) dentro da Operação Status, desencadeada pela Polícia Federal contra organização criminosa especializada em lavar o dinheiro do tráfico de drogas. 

A ação ocorre em cinco Estados e no Paraguai e resultou ainda no sequestro de R$ 230 milhões de bens dos envolvidos.

Em território sul-mato-grossense, os agentes cumprem ainda 14 determinações judiciais de busca e apreensão e três de prisão preventiva em Campo Grande e mais nove busca e apreensão em Ponta Porã. 

Status

A operação foi batizada de “Status” em alusão à ostentação de alto padrão de vida mantida pelos traficantes, com participações em eventos de arrancadas com veículos esportivos de alto valor, contratação de artistas famosos para eventos pessoais e residências de luxo.

Os mandados são cumpridos em Mato Grosso do Sul, Paraná, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo, além das cidades de Assunção e Pedro Juan Caballero, no Paraguai, em trabalho conjunto com a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas).

No país, conforme informações da PF, são sequestrados e apreendidos 42 imóveis, duas fazendas, 75 veículos, embarcações e aeronaves. O valor desses bens chega a R$ 80 milhões. Em solo paraguaio, são 10 imóveis que juntos somam R$ 150 milhões. 

O esquema criminoso tem como ponto principal a lavagem de dinheiro do tráfico de cocaína, por meio de empresas de “laranjas” ou de fachada ligadas a rede de doleiros do Paraguai. 


DOURADOS NEWS

Deixe seu Comentário