A Polícia Civil faz operação nesta quarta-feira (5) em Rio Brilhante. Os mandados de busca têm como alvos cinco advogados da cidade, entre eles o ex-prefeito Sidney Foroni. Equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais), de Dourados, participam do trabalho.

O Campo Grande News apurou que os advogados são investigados por ameaça e coação de vítima de estupro e cárcere, ocorrido em julho deste ano. A operação recebeu o nome de “Excesso de Defesa”.

Um dos locais onde os policiais estão fica na Avenida Doutor Júlio Siqueira Maia, no centro da cidade. As equipes também estiveram na casa de Foroni, localizada na área central. A reportagem apurou que Foroni e os outros quatro advogados são acusados de coagir a vítima do estupro.

O suposto autor do crime, Gilson Pires de Matos, 49, é amigo dos advogados. Ele está foragido. O filho dele, também acusado de participar do estupro, está preso. Outro filho de Gilson, Daverson Munhoz de Matos, é sócio no escritório de advocacia de Sidney Foroni.

O ex-prefeito seria o principal articulador das ameaças. Segundo a polícia, os advogados teriam simulado uma declaração e obrigado a vítima assinar o documento se retratando sobre a denúncia de estupro. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Deixe seu Comentário