Os irmãos Sandy e Junior Lima relembraram os momentos difíceis que tiveram que encarar como dupla durante bate-papo com André Curvello, do Encontro com Fátima Bernardes. Ao falarem sobre como foi gravar o documentário sobre a história da dupla, eles também confessaram que as polêmicas e passagem delicadas da carreira, quando ainda eram mais jovens, não foram fáceis de superar.

Para mim, o mais difícil foi depois de encerrado, quando tudo começou a vir à tona. Foi o momento que dei uma amadurecida e as coisas começaram a bater em mim. Teve um período que fiquei mais zoado da cabeça mesmo. Precisei de muita terapia para conseguir me firmar. Fiquei muito desestabilizado nessa fase, confessou Junior.

Já Sandy acredita que ter vivido o auge da carreira ao mesmo tempo que encarava a adolescência e o processo de amadurecimento foi complicado, mas importante na vida dela:

É controverso, porque também foi o mais importante e marcante para a carreira, quando a gente estava em maior destaque. Foi de 1998 a 2003. Quando a gente mais trabalhou, a gente estava muito realizado com o resultado da nossa carreira, com tudo que a gente estava plantando. Mas também por a gente estar mais exposto, vira uma vidraça, com muito mais especulação na nossa vida. Eu estava na adolescência, então, crescer já é uma coisa já é difícil, imaginar viver isso exposto para o Brasil inteiro que está te julgando, observando e comentando sobre a sua vida.

E passada toda a euforia por causa das comemorações em torno do marco histórico da dupla, os irmãos já planejam continuar tocando as carreiras solo:

Quero retomar minha carreira solo. Estava com uma turnê marcada para o segundo semestre, mas fui interrompida pela pandemia. Quem sabe ano que vem posso retomar. Talvez vir com algum projeto, não um disco inteiro, mas algum projetinho de estúdio. Depois, vou fazer uma turnê, quando a pandemia permitir, explicou Sandy.

Junior também pretende ficar mais longe dos holofotes depois que os dois terminarem o projeto Nossa História:

 - Passando tudo isso, vou entrar em uma fase de criação, vou aproveitar para me resguardar por um período, mas não vou sair da música.


Deixe seu Comentário