Homem de 50 anos e uma mulher de 41 anos são investigados pela Polícia Civil de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, pelo estupro de vulnerável de uma adolescente de 14 anos com deficiência intelectual. A vítima estava morando com o homem mediante autorização da mãe.

O caso foi levado ao conhecimento das autoridades pelo Conselho Tutelar, na sexta-feira da semana passada, dia 20 de março, a partir de denúncia anônima. A Polícia Militar foi ao local indicado e encontrou a vítima com o homem, que alegou desconhecer que ela era deficiente. A idade mental dela seria como a de uma criança de seis anos.

De acordo com o site MS Todo Dia, o autor informou que convivia com ela há uma semana e que a mãe havia autorizado. A vítima confirmou os abusos, motivo pelo qual o homem e a mãe foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil e respondem pelo crime de estupro de vulnerável.







Midia Max

Deixe seu Comentário