Com o decreto proibindo aglomeração de pessoas em locais públicos e também em ambientes fechados para evitar o contágio do Covid-19, o novo coronavírus, até às agências bancárias estão de portas-fechadas. Fernanda de souza Oliveira, de 36 anos, não tem o cartão do Bolsa Família e sem ele, não conseguiu sacar o benefício.

Conforme a moradora do Mário Covas, ela chegou a ir na agência nesta terça-feira (24), mas foi orientada por uma funcionária a procurar novamente o atendimento nesta quarta-feira (25). No entanto, quando adentrou no banco, foi informado que nada poderia ser feito por ela não ter o cartão e o banco não estar funcionando temporariamente.

A preocupação de não ter o benefício é ficar sem comida, leite para os filhos e gás. “Estou desesperada, estou pedindo socorro e só quero dar comida para os meus filhos”, disse Fernanda.

A vizinha da mulher, Elizandra Campos, de 44 anos, disse que se sensibilizou com Fernanda porque também é mãe. Foi ela quem deu carona para que ela fosse nesses dois dias no banco tentar resolver o problema. A reportagem procurou a assessoria da Caixa Econômica Federal e aguarda retorno.






Midia Max

Deixe seu Comentário