Stacey Wagers estava comemorando o aniversário com uma amiga em restaurante em hotel de St. Pete Beach (Flórida, EUA). As duas já estavam acabando a refeição quando Stacey, de 45 anos, viu um garçom preparar uma sobremesa para a mesa ao lado com um tipo de fumaça. A amiga da aniversariante elogiou o efeito. Foi quando o garçom pôs um produto nos copos de água de Stacey e da amiga. Tratava-se de nitrogênio líquido.

O drama de Stacey começou quando ela deu um gole na água. Imediatamente, a reação veio forte, conforme conta reportagem da NBC News.

"Houve uma explosão no meu peito. Não conseguia falar. Achei que estivesse morrendo. Claro que que não sabia que não poderia beber a água", comentou Stacey sobre o episódio ocorrido em novembro do ano passado.

Uma ambulância se dirigiu rapidamente ao local, e Stacey foi levada a um hospital. Ela foi operada de emergência. As queimaduras provocadas pela baixíssima temperatura do nitrogênio líquido foram bastante graves. Na cirurgia, foram removidas a vesícula biliar e parte do estômago.

Quase um ano após o terrível episódio, Stacey já emagreceu quase 12 quilos e ainda tem sérios problemas no estômago.
"Você não pode colocar nitrogênio líquido na bebida de alguém e simplesmente deixá-lo dar um gole", disse Adam Brum, advogado de Stacey, que entrou com um processo contra o hotel na semana passada.

O nitrogênio líquido é uma forma incolor e inodora da substância com temperaturas em torno de 160 graus negativos. Pode ser extremamente perigoso se consumido.



Por: Extra

Deixe seu Comentário