Meghan Markle retornou ao Canadá na última quarta-feira (8) deixando seu marido, o príncipe Harry, lidando com as negociações referentes ao anúncio polêmico feito pela casal em relação ao seu afastamento da família real inglesa. A informação foi divulgada pelo jornal britânico Daily Mail que informa anda que a duquesa de Sussex levou o filho Archie Harrison, que está sob os cuidados de uma ama.

Fontes revelaram que Markle planejava não ficar muito tempo no Reino Unido, e foi justamente o que aconteceu. Ela e o marido voltaram das festas de final de ano há apenas três dias.

As últimas notícias dizem ainda que a rainha Elisabeth II convocou uma reunião de emergência com Harry, William e o príncipe Charles de forma a que pudessem chegar a um acordo.

A rainha Elizabeth teria pedido ao neto, o príncipe Harry, para não anunciar que ele e a mulher, Meghan Markle, irão se afastar do papel de membros da família real, segundo a CNN.

O duque e a duquesa de Sussex compartilharam a notícia nesta quarta (8) no canal oficial do casal no Instagram. Afirmaram que tomaram a decisão após “muitos meses de reflexão e discussões internas” e que trabalharão para “se tornar financeiramente independentes”.

O casal anunciou ainda que irá dividir o tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e continuará a honrar seu compromisso com a rainha.

“Esse equilíbrio geográfico nos permitirá criar nosso filho com apreço pela tradição real na qual ele nasceu, e também dará à nossa família espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento da nossa nova entidade beneficente”, escreveram.

Mais tarde, divulgaram uma nova versão do comunicado no site oficial do casal, sugerindo que ainda planejam usar a residência oficial deles, na cidade de Windsor, e contar com segurança financiada com recursos públicos.

O anúncio teria deixado a família real decepcionada, ainda de acordo com a CNN. O Palácio de Buckingham divulgou uma nota após a divulgação da notícia, afirmando que tratam-se de “questões complicadas”.

“Entendemos o desejo deles de encarar as coisas de uma forma diferente. Mas estas são questões complicadas que levarão tempo para ser resolvidas”, afirmaram. “Discussões com o duque e a duquesa de Sussex estão em estágio inicial.”

Uma fonte ligada à família real afirmou à CNN que funcionários ligados à realeza trabalharão juntos com o governo britânico e o casal para encontrar “soluções viáveis” dentro de alguns dias.

No fim de novembro, o casal deu início a uma crise ao anunciar que não passaria o Natal com a rainha Elizabeth. A intenção deles era estar perto da mãe da duquesa de Sussex, Doria Ragland, em um lugar calmo na ilha de Vancouver.

Sua presença no Canadá havia sido confirmada antes do Natal pelo primeiro-ministro Justin Trudeau. Foi relatado, ainda, que alguns membros da realeza pediram a Harry e Markle que retornassem do exterior para passar o Natal no Reino Unido, após a hospitalização do príncipe Philip. O casal, no entanto, não mudou seus planos.



Midia Max

Deixe seu Comentário